Aguarde...
Tribunal Regional do Trabalho - 9ªRegião

Tribunal Regional do Trabalho 9ª Região

Página gerada em: 20/06/2024 23:09:18

TRT-PR e a VT de Arapongas são destaques na premiação Semana da Execução Trabalhista 2023

Notícia publicada em 02/06/2024
Fotografia com quatro homens vestidos de terno, da esquerda para a direita: ministro Cláudio Mascarenhas Brandão, homem branco calvo com cabelos grisalhos e terno cinza escuro; desembargador Célio Waldraff, presidente do TRT-PR, homem branco parcialmente calvo com cabelos castanhos e terno cinza escuro; ministro Lelio Bents Côrrea, presidente do TST, homem moreno de barba e cabelos brancos, usa terno cinza claro; e juiz do Paraná Rodrigo da Costa Clazer, homem branco de barba e cabelos castanhos, usa terno azul escuro.
Da esquerda para a direita: ministro do TST Cláudio Mascarenhas Brandão;
desembargador Célio Waldraff, presidente do TRT-PR; ministro Lelio Bentes Côrrea,
presidente do TST; e o juiz Rodrigo da Costa Clazer.

O Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (TRT-PR) e a Vara do Trabalho de Arapongas foram destaques na premiação entre os tribunais de Médio Porte a durante Semana da Execução Trabalhista 2023. O colegiado paranaense teve o 3º lugar enquanto a VT de Arapongas ficou com o melhor desempenho entre as Varas com casos novos acima de 2.000. A cerimônia de premiação ocorreu nesta terça-feira (14), em Brasília-DF, e reconheceu Tribunais Regionais do Trabalho e unidades judiciárias de primeiro e segundo graus que se destacaram na 13ª Semana Nacional da Execução Trabalhista foram premiados pelo resultados obtido na semana temática realizada em setembro do ano passado. A entrega dos certificados aconteceu durante a 2ª edição do Seminário Caminhos para a Efetividade da Execução Trabalhista.

O ministro Cláudio Mascarenhas Brandão, coordenador da Comissão Nacional da Efetividade da Execução Trabalhista (CNEET), expressou sua satisfação em realizar mais uma edição do evento e ressaltou a importância da premiação. "Para nós, da comissão e do conselho, é um momento de grande alegria reconhecer publicamente o esforço e os resultados alcançados por cada tribunal, Cejusc e vara ao longo de 2023”, disse. “Estamos aqui para premiar não apenas simbolicamente, mas como um reconhecimento significativo pelo trabalho realizado durante este período", completou.. 

Ao enfatizar que o foco da iniciativa está no beneficiário final da Justiça, o ministro fez questão de pedir novamente o apoio de magistrados e servidores para a edição da semana de 2024, que será realizada em setembro. "Queremos um desempenho ainda maior, porque o resultado quem alcança é o jurisdicionado. Não é um prêmio que é entregue ao magistrado, mas ao contrário,  quem recebe o prêmio é o jurisdicionado, que de alguma forma tem mais efetividade na execução respectiva. Para nós é a razão de ser".

Veja a lista dos TRTs e das unidades judiciárias agraciadas: 

Tribunais Regionais do Trabalho

Grande Porte:

  • 1ª TRT-1 (RJ) 
  • 2ª TRT-15 (Campinas/SP)
  • 3ª TRT-2 (SP) 

Médio Porte:

  • 1ª TRT-10 (DF/TO) 
  • 2ª TRT5 (BA)
  • 3ª TRT-9 (PR) 

Pequeno Porte:

  • 1ª TRT-17 (ES)
  • 2ª TRT-14 (RO/AC)
  • 3ª TRT-24 (MS)

Unidades Judiciárias (1º grau)

Grande Porte

  • Varas com até 750 Casos Novos : 1ºlugar - 2ª Vara do Trabalho de Estrela (RS) | TRT-4
  • Varas com 751 até 1000 Casos Novos: 1º lugar - Vara do Trabalho de Triunfo (RS) |TRT-4
  • Varas com 1001 até 1500 Casos Novos: 1º lugar-  81ª Vara do Trabalho do Rio de Janeiro (RJ) | TRT-1
  • Varas com 1501 até 2000 Casos Novos: 1º lugar - 2ª Vara do Trabalho de Petrópolis (RJ) |TRT-1
  • Varas acima de 2000 Casos Novos: 1º lugar - 1ª Vara do Trabalho de Araraquara (SP) | TRT-15

Médio Porte

  • Varas com até 750 Casos Novos: 1º lugar - 3ª Vara do Trabalho de Ilhéus |TRT-5
  • Varas com 751 até 1000 Casos Novos: 1º lugar - 1ª Vara do Trabalho de Barreiras (BA) |TRT-5
  • Varas com 1001 até 1500 Casos Novos: 1º lugar - 18ª Vara do Trabalho de Fortaleza (CE) |TRT-7
  • Varas com 1501 até 2000 Casos Novos: 1º lugar - 11ª Vara do Trabalho de Brasília (DF) | TRT-10
  • Varas acima de 2000 Casos Novos: 1º lugar - Vara do Trabalho de Arapongas (PR)| TRT-9

Pequeno Porte

  • Varas com até 750 Casos Novos: 1º lugar - 2ª Vara do Trabalho de União dos Palmares (AL) |TRT-19
  • Varas com 751 até 1000 Casos Novos: 1º lugar - Vara do Trabalho de Maruim (SE) |TRT-20
  • Varas com 1001 até 1500 Casos Novos: 1º lugar - 1ª Vara do Trabalho de Linhares (ES) | TRT-17
  • Varas com 1501 até 2000 Casos Novos: 1º lugar - Vara do Trabalho de Nova Mutum (MT) | TRT-23
  • Varas acima de 2000 Casos Novos: 1º lugar - 6ª Vara do Trabalho de São Luís (MA) |TRT-16

CEJUSC

Grande Porte

  • 1º Grau: Cejusc - 1º Grau - TRT-1 (RJ)
  • 2º Grau: Cejusc 2º Grau - TRT-4 (RS)

Médio Porte

  • 1º Grau: Cejusc - 1º Grau - Belém - TRT-8 (PA/AP)
  • 2º Grau: Cejusc - 2º Grau - TRT-18 (GO)

Pequeno Porte

  • 1º Grau: Cejusc de 1º Grau - Vitória - TRT-17 (ES)
  • 2º Grau: Cejusc de 2º Grau - TRT-13 (PB)

NPP/CE

Grande Porte

  • Coordenadoria de Apoio à Execução (Reef) - TRT-1 (RJ)

Médio Porte

  • Secretaria de Execuções Especiais e Pesquisa Patrimonial - TRT-10 (DF/TO)

Pequeno Porte

  • Juízo Auxiliar de Precatórios - TRT-14 (RO/AC)

Confira mais fotos da entrega dos certificados.

Primeira participação

O Tribunal Superior do Trabalho também foi homenageado, uma vez que participou pela primeira vez do evento com a liderança pelo Centro Judiciário de Métodos Consensuais de Solução de Conflitos do Tribunal Superior do Trabalho (CEJUSC-TST). Foram alcançados 46 acordos no TST, totalizando mais de R$ 7,5 milhões, abrangendo 104 processos em diferentes fases, incluindo conhecimento e execução.

Confira como foi a entrega da premiação:

Obra coletiva 

A CNEET, em parceria com a Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados do Trabalho (Enamat), lançou a 9ª edição da obra coletiva sobre Recuperação Judicial e Falência, destacando sua interseção entre a Justiça Comum e a Justiça do Trabalho. Esta edição inclui uma variedade de artigos e faz parte da Coleção de Estudos da Enamat. 

Na cerimónia de lançamento da obra, o presidente do TST e do CSJT, ministro Lelio Bentes Corrêa, destacou a importância do livro. “Sem dúvida uma obra de grande relevância e que muito contribuirá para a efetividade da nossa Justiça do Trabalho, que é de longe o ramo do Poder Judiciário que melhor executa as suas decisões”, disse.

O ministro Alexandre de Souza Agra Belmonte, vice-diretor da ENAMAT, também comentou sobre a relevância da obra. “Este livro representa uma compilação de artigos robustos, provenientes tanto de especialistas em direito trabalhista quanto em direito comum”, disse. “Essa colaboração é fundamental e é resultado do nosso esforço em encontrar áreas de convergência no contexto da recuperação e falência empresarial, tanto na esfera trabalhista quanto na esfera comum", completou.

18 anos da ENAMAT

No mesmo dia, a ENAMAT inaugurou os painéis que marcam o início das celebrações dos 18 anos da instituição, que será em setembro. Os novos painéis apresentam a linha do tempo da escola, detalhes sobre o Curso de Formação Inicial dos Magistrados, galeria de ex-diretores e ex-diretoras, curiosidades e painéis interessantes com quiz e caça-palavras.

Texto: HC / Ascom TRT-PR com Flávia Felix/AJ

Fotografia: Fellipe Sampaio e Bárbara Cabral / TST/CSJT