Aguarde...
Tribunal Regional do Trabalho - 9ªRegião

Tribunal Regional do Trabalho 9ª Região

Página gerada em: 18/08/2022 07:20:06

Emoção, gratidão e recordações marcam homenagem aos magistrados e servidores aposentados

Notícia publicada em 29/06/2022

CLIQUE AQUI PARA VER
O ÁLBUM DE FOTOS
DO ENCONTRO

“Aposentadoria é isto: um justo lugar de destaque, uma distinção conferida pela sociedade, considerando o valor dos serviços prestados, assim como a sua constância, testados por muitos anos”, declarou a Presidente do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) no evento de confraternização e homenagens à jornada de magistrados e servidores aposentados. O encontro ocorreu na quinta-feira, 23 de junho, na sede do Regional, e teve a presença de desembargadores e servidores da ativa, que vieram saudar os colegas jubilados.

Emocionada, a Desembargadora aposentada Fátima Teresinha Loro Ledra Machado declarou a sua gratidão pelo Tribunal. “Essa Casa de Justiça é, para mim, motivo de orgulho. Queria agradecer aos que permanecem trabalhando e honrando o Tribunal da 9ª Região e, também, aos que já se aposentaram. Somos muito gratos e ficamos felizes com a oportunidade de nos encontrarmos aqui hoje”, discursou a Magistrada aposentada, após reencontrar as colegas, também aposentadas, Rosalie Michaele Bacila Batista e Ana Glédis Tissot Benatti. 

O Juiz aposentado Luiz Antonio Bernardo ressaltou que o encontro contribui para a reverência da memória e “para que estejamos unidos”. Ele afirmou sentir orgulho de ter atuado como servidor do Tribunal durante 15 anos e, como magistrado, durante 22 anos. “Me esforcei e procurei servir e bem atender o público, o jurisdicionado que dependia do meu trabalho, da minha atividade”. O Desembargador aposentado Márcio Gapski e o Juiz aposentado Paulo Cordeiro Mendonça ouviam o discurso da plateia.

O “Dia do Magistrado e do Servidor Público Aposentados”, oficialmente celebrado no dia 17 de junho, foi instituído pelo Tribunal pela Resolução Administrativa nº 40/15, do Tribunal Pleno, a partir de proposta de autoria do Desembargador Edmilson Antonio de Lima. À época, o Presidente do Regional era o Desembargador Altino Pedrozo dos Santos.

O Desembargador Edmilson explicou a importância de unir magistrados e servidores em uma mesma celebração: “Para não ter privilégio ou lembranças separadas, porque nós estamos na mesma casa e somos colegas, apesar dos cargos distintos”.

Em seu discurso, a Presidente do TRT-PR, Desembargadora Ana Carolina Zaina, declarou ser imensa alegria rever os aposentados e encontrá-los com saúde “e com sentimento de pertencimento a essa notável Instituição. A reverência que nutrimos pelos que conquistaram a aposentadoria é de todo especial, porque se trata de sentimento que concilia respeito, admiração e, sobretudo, gratidão pela grandeza do legado que nos transmitiram e de toda a sua entrega à sociedade”.

Orgulho
Foram quase 30 anos no TRT-PR. Aposentado há um ano e meio, o Desembargador Cássio Colombo Filho está advogando. Disse que atua em inúmeros tribunais, mas ressalta que o TRT do Paraná é, “disparado, um dos melhores em termos de organização, de composição, de dicção do Direito. Fico emocionado por estar aqui e por rever os colegas. Tenho muita gratidão pela Administração por esta oportunidade de congraçamento, por essa lembrança dos ‘velhinhos aposentados’”.

Desembargador por oito anos, Cássio Colombo Filho lembrou que atuou como juiz titular em Campo Mourão, 2ª Vara do Trabalho de Maringá e 18ª de Curitiba. Ressaltou momentos marcantes: foi o primeiro juiz da então Junta de Conciliação e Julgamento, recebendo os processos do juiz de direito investido na jurisdição trabalhista. Lembrou que atuou na 21ª Vara do Trabalho de Curitiba, “a 1ª totalmente eletrônica no Paraná”, e disse que o seu “Eldorado” no Tribunal foi como juiz na Vara do Trabalho de Castro. “Alguns municípios da região adotavam práticas contrárias à legislação trabalhista. Foi muito importante a minha atuação. Percebi a atuação prática do juiz dizendo o direito não apenas em sua jurisdição, mas dizendo para a comunidade. Foi quando fui mais juiz na minha vida”.

Reencontro

Ao longo do evento, colegas que não se viam havia muitos anos se reencontraram. A servidoras aposentadas Suzane Ribas Quadros e Ivana de Souza trabalharam juntas na SIEx (sub-secretarias que existiam no final dos anos 90 e início dos anos 2000, voltadas, exclusivamente, ao processo de execução). “Tínhamos muito trabalho, eram muitos processos, mas tenho apenas boas lembranças, e os colegas e juízes eram maravilhosos”, declarou Ivana.

Suzane Ribas Quadros trabalhou no TRT-PR durante 33 anos. “Se tivesse que voltar no tempo, faria tudo de novo. E estou muito feliz em reencontrar os colegas”.

Também contente com os reencontros, a servidora Maria Cristina Arzua contou que, aposentada, atua em projetos sociais, e lembrou com carinho do período em que trabalhou do TRT-PR. “Foram 33 anos”, declarou. Ela atuou no Gabinete do Desembargador Arion Mazurkevic (atual Vice-Presidente) e no Gabinete do Desembargador aposentado José Montenegro Antero. Esteve lotada, ainda, na Escola Judicial. “Foram muitos eventos”. E fez menção à então assessora da unidade, a servidora aposentada Maria Ângela de Novaes Marques.

Música

O encontro dos magistrados e servidores aposentados teve a participação de dois jovens servidores: João Guilherme de Castro, do Gabinete do Desembargador Ricardo Bruel da Silveira, e Karina Alessandra Piotto, da 19ª Vara do Trabalho de Curitiba. Ela cantou, acompanhada do colega pianista, alguns clássicos da canção popular brasileira. (GB)