Aguarde...
Tribunal Regional do Trabalho - 9ªRegião

Tribunal Regional do Trabalho 9ª Região

Página gerada em: 21/09/2019 02:44:40

Como Funciona

A Central de Serviços de TI do TRT-PR é responsável pela realização das seguintes atividades

  • Ser o ponto único de contato entre os usuários e as equipes de suporte e manutenção dos serviços e sistemas de TI suportados pelo Tribunal;
  • Registrar todas as solicitações de serviços de TI, sejam requisições ou incidentes;
  • Prestar atendimento de primeiro nivel, visando restaurar os serviços de TI o mais rápido possivel, acionando as equipes de atendimentos de níveis superiores, sempre que necessário;
  • Gerenciar os incidentes de TI desde sua identificação até o encerramento dos registros;
  • Fornecer aos usuários informações sobre o status do tratamento das solicitações registradas;
  • Encerrar os registros de solicitações de serviços, buscando obter a aprovação dos usuários;
  • Comunicar o planejamento de mudanças e as ocorrências de indisponibilidades em serviços e sistemas de TI.


Quando precisar de ajuda, entre em contato com a Central de Serviços de TI.


Esta central de atendimento recebe, registra e providencia a solução de suas necessidades de suporte técnico de TI.



Conheça agora a estrutura do atendimento prestado aos usuários de recursos de Tecnologia da Informação do TRT-PR:

Estrutura do atendimento de TI


Descrição de acessibilidade:


Imagens:

A primeira imagem exibe um monitor fora de foco, visto por trás. Sentada em frente à tela, e de frente para quem observa a imagem, uma mulher com expressão de que algo está errado com seu computador. A segunda imagem apresenta a estrutura do atendimento de TI do TRT9, constituído por quatro níveis. Setas indicam o sentido de encaminhamento e de retorno das solicitações, conforme elas são tratadas pelos diferentes níveis de atendimento.


N1
 - Primeiro Nível de Atendimento: Recebe todos os chamados de usuários internos e externos. Faz a triagem, resolve ou direciona chamados elegíveis ao segundo nível de atendimento, podendo também encaminhar chamados complexos aos especialistas de TI do TRT9, que atuam no terceiro nível de atendimento. Quando necessário, o primeiro nível de atendimento também pode acionar fornecedores externos, que correspondem ao quarto nível de suporte técnico. O primeiro nível de atendimento resolve, em média, 60% das solicitações, sem necessidade de acionar os demais níveis.


N2
 - Segundo Nível de Atendimento: Presta atendimento local nos prédios institucionais do Tribunal, em Curitiba, exclusivamente para usuários internos (Magistrados e Servidores do TRT9). Realiza também atendimento remoto às unidades do interior do estado do Paraná. O segundo nível de atendimento será sempre acionado quando a necessidade do usuário interno requerer atendimento presencial ou estiver fora do escopo de atuação do primeiro nível de atendimento. O segundo nível de atendimento resolve, em média, 15% das solicitações, podendo também acionar fornecedores externos, caso necessário.


N3 
- Terceiro Nível de Atendimento: Equipes formadas por especialistas de TI, que atuam na resolução de chamados complexos. Realizam ações de melhoria, manutenção e suporte dos sistemas judiciários e administrativos do TRT9, nas áreas de Infraestrutura, Redes de Transmissão de Dados, Banco de Dados, Desenvolvimento de Sistemas, Segurança da Informação, Servidores Web, entre outras. O terceiro nível de atendimento resolve, em média, 25% das solicitações e pode acionar, sempre que necessário, fornecedores externos ou ainda as equipes de especialista de TI do Conselho Superior da Justiça do Trabalho.


N4
 - Quarto Nível de atendimento: Fornecedores externos e CSJT (Conselho Superior da Justiça do Trabalho). Os fornecedores externos atuam conforme regras estabelecidas em contratos de fornecimento. Já as equipes de especialistas do CSJT atuam no desenvolvimento e no suporte técnico dos sistemas nacionais utilizados pela Justiça do Trabalho.