Aguarde...
Tribunal Regional do Trabalho - 9ªRegião

Tribunal Regional do Trabalho 9ª Região

Página gerada em: 30/01/2023 21:50:34

Sessão comemora 46 anos do Tribunal com homenagens e depoimento do decano dos presidentes do TRT-PR

Notícia publicada em 27/09/2022
Na sessão comemorativa, a ministra Morgana de Almeida Richa
e a desembargadora Rosalie Michaele Bacila Batista
participaram por videoconferência.

Em sessão administrativa extraordinária, realizada nesta segunda-feira, 26 de setembro, o Tribunal Pleno do Tribunal Regional do Trabalho do Paraná (TRT-PR) celebrou oficialmente seus 46 anos de história. O ato foi marcado pela homenagem às mulheres e homens que se dedicaram ao aprimoramento da Instituição ao longo de mais de quatro décadas. Na solenidade, a desembargadora aposentada e ex-presidente do Tribunal Rosalie Michaele Bacila Batista e a desembargadora Nair Maria Lunardelli Ramos, que atuou como vice-presidente e corregedora regional, foram agraciadas com a medalha do Tribunal Superior do Trabalho (TST) comemorativa aos 80 anos da Justiça do Trabalho.

A sessão foi conduzida pela Presidente do Regional, desembargadora Ana Carolina Zaina. Em seu discurso, a desembargadora declarou: “Agradecemos a magistrados e servidores, parabenizando-os, pois inolvidáveis construtores desse legado de quase meio século de honradez e concórdia, assinalado com incondicional dedicação a esta casa de justiça, a trajetória de um Tribunal que a todos distingue, estadual e nacionalmente, pela defesa empreendida em prol da Justiça do Trabalho do Paraná, velando pela sua existência e credibilidade, mediante o recebimento e atenta escuta do jurisdicionado trabalhista paranaense”.

A desembargadora estava acompanhada, na mesa de honra, pela procuradora-chefe do Ministério Público do Trabalho do Paraná (MPT-PR), Margaret Matos de Carvalho, pelo juiz Felipe Calvet, presidente da Associação dos Magistrados do Trabalho da 9a Região, e pelo juiz do Trabalho Paulo Henrique Kretzschmar e Conti, que representou presencialmente a desembargadora homenageada Rosalie Michaele Bacila Batista. Também participou da sessão o desembargador aposentado do TRT-PR Cássio Colombo Filho.

Participando por videoconferência, direto de Brasília, a ministra Morgana de Almeida Richa saudou o TRT-PR pelo aniversário de 46 anos e homenageou as desembargadoras Rosalie Michaele Bacila Batista e Nair Maria Lunardelli Ramos. A ministra explicou que cada ministro recebeu da Presidência do TST duas medalhas para contemplar pessoas que representassem a Justiça do Trabalho.

A presidente do TRT, desembargadora, entrega o livro e a medalha
dos 80 Anos da Justiça do Trabalho à desembargadora Nair
Lunardelli Ramos, para representar todas as mulheres que, como ela,
ocuparam a Vice-Presidência, a Corregedoria e a Ouvidoria do Tribunal.

A medalha dos 80 anos da Justiça do Trabalho, ressaltou, tem grande significado, “porque ela representa todo o histórico da nossa existência”. As medalhas são acompanhadas de exemplares do livro comemorativo dos 80 anos, publicado pelo Tribunal Superior do Trabalho, e foram especial deferência da ministra ao TRT-PR, na pessoa de sua presidente, para que indicasse os homenageados, distinguindo-os em nome dela.

A escolha recaiu sobre duas mulheres, de modo a homenagear também a própria ministra Morgana, que coordena nacionalmente, no TST, o Observatório de Excelências Femininas, que tem por objetivo evidenciar a atuação feminina no Judiciário Trabalhista. E recaiu, ainda, sobre duas mulheres que, em razão de suas carreiras, representam os presidentes da Corte (desembargadora Rosalie foi presidente no biênio 2007-2009), vice-presidentes, corregedores e ouvidores (desembargadora Nair foi ouvidora no biênio 2015-2017, vice-presidente em 2018-2019 e corregedora regional em 2020 e 2021).

O juiz do Trabalho Paulo Henrique Kretzschmar e Conti recebeu,
presencialmente o livro e a medalha dos 80 Anos da Justiça do
Trabalho outorgados à
desembargadora Rosalie Michaele Bacila
Batista, que representou
 todas as mulheres que, como ela,
ocuparam a Presidênciado TRT do Paraná.

Por videoconferência, falando em nome das homenageadas, a desembargadora Rosalie Michaele Bacila Batista declarou: “Ao sermos distinguidas com tão relevante medalha, recebemos, ambas, com muita humildade, porém plenas de alegria e paz no coração, como se fosse uma coroa a adornar nossos anos de vida dedicados a essa Justiça e ao nosso Tribunal. Viva a Justiça do Trabalho e viva o nosso Tribunal!”. O juiz do Trabalho Paulo Henrique Kretzschmar e Conti, que recebeu a medalha em nome da desembargadora, foi seu primeiro assessor, quando era servidor do Tribunal. O magistrado é filho do desembargador aposentado do TRT-PR Paulo Afonso de Miranda Conti e da servidora do TRT-PR Mauren Aparecida Kretzschmar Conti, já falecida.

Memória

Mensagem do ministro aposentado do TST
Luiz José Guimarães Falcão, decano entre
os presidentes do TRT do Paraná, aos
magistrados e servidores do Tribunal.

Em depoimento gravado, o ministro aposentado do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e ex-presidente do Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (TRT-PR) Luiz José Guimarães Falcão, decano entre os presidentes do Tribunal, homenageou a 9ª Região da Justiça do Trabalho. O ministro integrou a primeira composição de magistrados do Regional do Paraná e relatou, emocionado, a ocasião de sua decisão de deixar o Rio Grande do Sul, em 1976, para integrar o Tribunal paranaense, que, então, esta para ser instalado. Seu amigo, o também magistrado Ivéscio Pacheco, falou: “Vou lhe dar um conselho: aceite ir para o Paraná, porque o TRT da 9ª Região é um tribunal novo, que vai marcar posição na nossa Justiça do Trabalho. Não vacile. Aceite ir para o Paraná!”. O ministro ressaltou que “o território do Paraná foi uma terra fértil para mim. Eu me senti feliz, pude ajudar, pude colaborar, pude ajudar o TRT do Paraná a crescer, a ser respeitado no Brasil. Fui testemunha dessa vitória esplendorosa do TRT do Paraná”, frisou.

Em homenagem ao ministro Luiz José Guimarães Falcão, foi escolhido o nome “Falcão” para designar o novo mecanismo de busca por jurisprudência do TRT-PR, conforme indicação feita pelo desembargador Célio Horst Waldraff, presidente da Comissão de Uniformização de Jurisprudência, após sugestão realizada pelo juiz Bráulio Guimarães Gusmão, que atuou no projeto de estruturação do novo serviço. 

Encerrando a sessão extraordinária, a presidente do Tribunal, desembargadora Ana Carolina Zaina, cumprimentou a todos “os que fizeram dos caminhos do Paraná os seus caminhos, a todos os magistrados e servidores deste Tribunal Regional, expressando efusivos cumprimentos e renovando sentimentos de gratidão e lealdade. Parabenizando-os pelo aniversário de 46 anos da Corte, declaro encerrada esta sessão administrativa extraordinária ”.