Aguarde...
Tribunal Regional do Trabalho - 9ªRegião

Tribunal Regional do Trabalho 9ª Região

Página gerada em: 02/03/2021 07:14:37

Centro de Memória do TRT-PR abre exposição sobre categoria presente há 97 anos no Paraná

Notícia publicada em 19/05/2016
Centro de Memória abre exposição sobre categoria presente há 97 anos no Paraná
 A foto, tirada em plano médio, mostra duas pessoas observando um mural com fotos de momentos históricos para os bancários. O mural está no canto direito da imagem.
Mostra conta com fotografias que registraram momentos históricos da trajetória dos bancários
A trajetória dos bancários do Paraná e sua relação com a Justiça do Trabalho são tema de nova exposição do Centro de Memória do TRT-PR, que foi aberta ao público nesta segunda-feira (16/05). A mostra reúne 46 autos de processos trabalhistas tramitados entre as décadas de 40 e 80 - um recorte das dificuldades, conquistas e evoluções de uma categoria prestes a completar 100 anos de atuação no estado.

A exposição conta ainda com objetos utilizados no ambiente de trabalho, fichas de filiação ao sindicato, cartazes sobre fatos históricos, além de fotografias que registraram fatos marcantes, como a greve nacional de 1963, que teve adesão de 90% dos bancários do Paraná.
A mostra pode ser visitada de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h30. O Centro de Memória do TRT-PR fica na sede do Tribunal, localizada na Alameda Doutor Carlos de Carvalho, 528, no centro de Curitiba.

O lançamento da exposição teve palestra do Presidente da Confederação dos Trabalhadores do Ramo Financeiro, Roberto Antônio Von Der Osten. O convidado contou a trajetória dos bancários, destacando a crescente mobilização desses trabalhadores. "Hoje somos a única categoria que negocia de forma unificada com uma federação (Fenaban - Federação Nacional dos Bancos), representante de sete sindicatos patronais e que defende os interesses de 121 bancos", afirmou. Von der Osten relatou ainda as dificuldades das greves durante a ditadura militar, o amadurecimento dos movimentos após a redemocratização e as modificações das condições de trabalho na era da tecnologia. O País tem hoje cerca de 500 mil bancários, metade do que havia nos anos 1990.

O presidente do TRT-PR, desembargador Arnor Lima Neto, destacou que teve a honra e o privilégio de exercer a profissão de bancário no início da carreira. "Trago até hoje, em minha vida, um senso de organização do trabalho que aprendi à época", afirmou, lembrando que se trata de "uma categoria de imensa relevância para a economia do País e que está presente em uma parte muito significativa dos processos trabalhistas".
A inauguração teve a presença de magistrados e servidores do TRT-PR, professores, estudantes e bancários. A exposição conta com apoio da Casa da Memória da Fundação Cultural de Curitiba e do Sindicato dos Bancários de Curitiba e Região.
Serviço:
Exposição "Os Trabalhadores Bancários e a Justiça do Trabalho"
Local: Centro de Memória do TRT-PR (Al. Dr. Carlos de Carvalho, 528).
Informações: 3310-7741
Visitação: de segunda a sexta-feira, das 10h às 17h30.
 
Palestrante Roberto Antônio Von Der Osten
 
Presidente do TRT-PR, desembargador Arnor Lma Neto
 Na foto, em primeiro plano, uma calculadora antiga usada para o trabalho dos bancários. Em segundo plano, desfocados, alguns papeis do acervo do TRT que explicam o processo.
Entre os objetos em exposição, estão autos históricos e equipamentos de trabalho antigos
 
Visitantes conferem materiais, como fichas de filiação ao sindicato e cartazes sobre fatos históricos

Notícia publicada em 17/05/2016
Assessoria de Comunicação do TRT-PR
Fotos: Alexandre Gonçalves
(41) 3310-7313
ascom@trt9.jus.br