Seu navegador não possui suporte a JavaScript Pesquisa Notícias  [Gestores do TRT-PR participam de evento sobre Gestão de Pessoas por Competência]
Consulta numeração CNJ
TRT
Pesquisa Notícias

Gestores do TRT-PR participam de evento sobre Gestão de Pessoas por Competência

Professor doutor Joel Souza Dutra

Uma plateia composta por 320 servidores gestores de unidades administrativas e judiciárias do TRT do Paraná participou, na manhã da última sexta-feira (30), do 2º Ciclo de Implantação do modelo de Gestão de Pessoas por Competência do Regional paranaense. No 1º Ciclo, iniciado em 2013, o TRT-PR realizou o mapeamento dos postos de trabalho e revisou os conceitos de Gestão por Competência.

O evento, realizado na sede do Tribunal, trouxe como convidado o professor Joel Souza Dutra, mestre em Administração de Empresas pela Faculdade Getúlio Vargas (FGV-SP) e doutor pela Faculdade de Economia e Administração da Universidade de São Paulo (FEA-USP). O palestrante falou sobre a "Gestão por Competência na Administração Pública", com o objetivo de estimular a reflexão sobre a gestão de pessoas nas organizações contemporâneas.

Ao longo de sua apresentação, o convidado expôs os desafios presentes e futuros da moderna gestão de recursos humanos, abordando, entre outros temas, a gestão estratégica e integrada com base nas competências, o sistema de avaliação de pessoas, as ações de desenvolvimento de habilidades e o diálogo como ferramenta de evolução.

Segundo Joel Dutra, o contínuo desenvolvimento pessoal no seio das organizações passou a ser uma questão de sobrevivência, uma vez que as pessoas têm ganhado uma dimensão que não tinham antes, com a meritocracia sendo vista como um elemento fundamental para a competitividade.

Audiência foi composta por gestores
de todo o Paraná

"Cada vez mais, as pessoas precisam perceber o impacto de seu trabalho sobre o trabalho do outro, adotando uma visão sistêmica, uma percepção do todo, sempre perseguindo princípios éticos e valores da instituição", destacou o professor, esclarecendo ainda que, para que isto aconteça, é importante que a organização seja clara ao dizer o que espera de seus colaboradores.

O desenvolvimento pessoal está, segundo Dutra, intimamente ligado ao contato com maiores responsabilidades. "O desafio é a base do conhecimento e do crescimento. Na medida em que a pessoa lida com maiores complexidades, ela aumenta a contribuição para o contexto em que ela se insere, ou seja, ela é obrigada a fazer uma leitura melhor do entorno e, consequentemente, fornece melhores soluções às demandas apresentadas", afirmou.

O palestrante ressaltou também o papel de um sistema de avaliação adequada, conectado com a cultura da organização. "A avaliação precisa abandonar o ritual burocrático, em que são usados muitas vezes critérios emotivos ou automáticos para se traçar o perfil do avaliado. Ela deve ser pensada em termos de processo sucessório, analisando o potencial das pessoas, a vocação para uma posição de liderança e gestão", disse.

"No processo de avaliação, o gestor não pode olhar para o passado, e sim para o futuro. Por meio do diálogo, ele precisa saber quais os projetos de desenvolvimento pessoal e profissional do avaliado, quais os desafios para os próximos anos, e como fazer para ajudá-lo a alcançar suas metas. O gestor passa a ser um facilitador, estimulando o protagonismo das pessoas em relação ao seu crescimento", concluiu Joel Dutra.

GPC

Tendência no serviço público brasileiro, a implantação da Gestão de Pessoas por Competência (GPC) no judiciário trabalhista está prevista na Resolução nº 92/2012 do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT). Trata-se de um sistema de gestão que busca mapear competências comportamentais e técnicas necessárias às diferentes unidades da instituição, contribuindo para a qualidade dos serviços prestados à população.

A implantação da Gestão de Pessoas por Competência no Tribunal do Trabalho do Paraná começou no final de 2013. Em sua primeira etapa, o projeto incluiu o mapeamento das competências técnicas e comportamentais das unidades judiciárias e administrativas, e a avaliação das competências, como base para a elaboração do Plano de Desenvolvimento Individual (PDI).

Acesse as fotos no FLickr do TRT-PR.


Notícia publicada em 03/07/2017
Assessoria de Comunicação do TRT-PR
(41) 3310-7309
ascom@trt9.jus.br

 

jboss89

Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região - ouvidoria@trt9.jus.br
Alameda Dr. Carlos de Carvalho, 528, Centro - Telefone (41) 3310-7000 - CEP 80430-180 - Curitiba-PR
Horário de atendimento ao público: das 11h às 17h